Páginas

domingo, 8 de abril de 2012

Esfinge ...




          É difícil chegar o momento de sabermos todas as respostas e de encontrar tudo em perfeita ordem... As vezes acontecem por míseros segundos...mas São pequenos...


    A questão é que é sempre assim mesmo , Não há como mudar o que já está predestinado pelo ministro do tempo...

    os prazeres se variam entre sinônimos e antônimos que não se pode mudar.


   Como me sinto? sabe... a sensação de estar cheia e vazia... cuidada e desleixada... preocupada e não ligar pra nada... Tudo ao mesmo tempo me faz sentir o que realmente sou... Não muda meu ser e mostra-me que não sou melhor do que ninguém... mas também nem pior que ninguém... 


   Mostra-me que sou apenas eu com perguntas infinitas e repostas desajeitadas me forçando a raciocinar como em montagem de um quebra-cabeça..


  então seria impossível encontrar resposta com tantos antídotos das palavras que amamos,palavras belas que fazemos o possível para introduzi-las em nosso cotidiano
Como diz aquele velho ditado 
                         "Quando penso que sei todas as respostas...
                                      Vem a vida e muda todas as perguntas"!


   Mesmos tudo isso estando tão confuso, para você... não me importo...e me compreendo ... Sou como o nascer do dia.. sou como as manhâs..
                                      sempre enigmáticas!

10 comentários:

  1. Oie, adorei seu texto, muito bom, faz nos refletir sobre coisas que acontecem com a gente que muitas vezes ficamos confusas :* beijão

    ResponderExcluir
  2. Excelente texto flor.
    Amei seu blog .
    Super seguindo aqui.
    Segue o meu também?

    http://www.maisestilosa.com

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pelo elogio flor :* beijinhos

    ResponderExcluir
  4. "Como me sinto? sabe... a sensação de estar cheia e vazia"
    Oh se sei... mas memso assim eu gostaria de me sentir dessa maneira agora, só para saber a respostas.

    ResponderExcluir
  5. Que lindo o texto, é tão dificil falar sobre nosso EU, é confuso, e você consegue descrever esse modo de como as vezes nos sentimos.
    E dentro do seu texto você cria frases tão lindas e criativas:

    "Mostra-me que sou apenas eu com perguntas infinitas e repostas desajeitadas me forçando a raciocinar como em montagem de um quebra-cabeça..."

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Adorei seu blog!!!! =D

    Já conhece o "Blogando com Meninas"?

    O blog é um projeto que veio para tentar entender o mundo das meninas, com assuntos do dia a dia.

    Que tal uma espiadinha! Fique a vontade para dar sugestões de assuntos e dicas para que o "Blogando com Meninas" tenha um toque seu!

    http://blogandocommeninas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. "Mostra-me que sou apenas eu com perguntas infinitas e repostas desajeitadas me forçando a raciocinar como em montagem de um quebra-cabeça.." Me sinto exatamente assim!

    Beijos ><
    http://mon-autre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Há um tempo você foi no meu, fico agradecida por ter gostado. Só estou podendo acessar agora, pois tinha tempo que não entrava. Mas então.. gostei de sua maneira de escrever.
    ''Mostra-me que sou apenas eu com perguntas infinitas e repostas desajeitadas me forçando a raciocinar como em montagem de um quebra-cabeça..'' -> Eu também me sinto assim... Todos nós temos perguntas... E é bom irmos atrás delas, atrás dos porquês, é melhor do que fazer o que muitos fazem... simplesmente aceitar o que a sociedade impõe ou a mídia. E cada vez achando mais as respostas... mas nunca todas... morreremos sem saber algumas, poucas por favor. Afinal, como seria a vida sem perguntas? (:
    E também diria que sou enigmática ;D
    Enfim... curti muito (:

    ResponderExcluir
  9. E sei sim como é sentir-se cheia e vazia (:

    ResponderExcluir
  10. É bem assim, você se sente cheia e vazia. Sem saber as respostas para as perguntas da vida e ao mesmo tempo sabendo todas elas.
    A vida é assim, né?
    Adorei.
    Beijos
    http://www.senhoritaliberdade.com/

    ResponderExcluir